O empreendedorismo está em alta. Seja por oportunidade ou por necessidade, ter o negócio próprio tem sido uma das saídas para muitos brasileiros. Segundo pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), de cada dez brasileiros adultos, quatro já possuem ou estão envolvidos com a criação de uma empresa. A previsão é encerrarmos 2018 com 2,5 milhões de novas empresas no país. Sobram boa vontade, coragem e espírito empreendedor, mas faltam apoio e incentivos. Somos um dos países mais burocráticos do mundo.

Ocupamos o 125º lugar no ranking Doing Business, do Banco Mundial, que avalia a facilidade de fazer negócios. O mesmo estudo coloca o Brasil entre os dez piores países para se pagar impostos, na 184ª colocação entre os 190 avaliados. Além do desafio de montar e gerenciar um negócio, por aqui, o empreendedor enfrenta a lentidão nos processos de abertura e de regularização de empresas, com uma carga tributária altíssima, elevado custo para financiamentos e pouca ou nenhuma educação empreendedora.

Empreender gera empregos. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), em 2017, as micro e pequenas empresas geraram 53.595 empregos em Santa Catarina, contra 38.173 de médias e grandes. São números como estes que nos fazem acreditar o caminho para uma economia mais sustentável passa pelo empreendedorismo. Precisamos de um ambiente de negócios mais favorável, de investimentos em inovação, de segurança jurídica, facilitar o acesso a novos mercados, desonerar a produção e reduzir a complexidade para nos tornamos mais competitivos. É necessário acabar com a chamada “indústria de carimbos”, retirar os entraves que atrapalham o desenvolvimento, integrar órgãos públicos para simplificar os processos, priorizar a confiança no empreendedor e substituir de vez a papelada por sistemas online. Afinal, fomentar o empreendedorismo, apoiando ideias e pessoas, é alavancar o desenvolvimento econômico. Assim estaremos criando mais oportunidades, gerando mais empregos e mais riquezas.

Carlos Chiodini, deputado estadual